Você e seu dinheiro

Como administrar seu dinheiro e poupar

Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (PEIC)

Posted by voceeseudinheiro on August 23, 2010

Por Bruno Tanaka

Estudos da FECOMERCIO (Federação de comércio de bens, serviços e turismo do estado de São Paulo) sobre endividamento – PEIC (Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor) revela que 50% das famílias possuem algum tipo de endividamento.

Destas famílias:

  • 14% com contas em atraso
  • 5% inadimplentes

Tipos de dívidas:

  • 69% cartão de crédito
  • 24% carnês
  • 9% crédito pessoal
  • 9% cheque especial
  • 8% financiamento de veículos

Comprometimento de renda familiar com dívidas:

  • entre 11% e 50% da renda: 49% das famílias endividadas
  • mais de 50% da renda: 24% das famílias endividadas
  • menos de 10% da renda: 21% das famílias endividadas

Segundo o estudo, os altos índices de endividamento devem-se aos seguintes fatores:

  • Expansão do emprego e renda familiar
  • Aumento da oferta de crédito
  • Alongamento dos prazos de financiamento
  • Elevação da confiança do consumidor quanto ao desempenho da economia

Qual será um nível considerado “saudável” de endividamento para uma família?
Será que somente os ítens acima são os responsáveis pelo alto índice de endividamento do brasileiro/paulistano?
Em nosso próximo artigo colocaremos mais alguns temperos a este assunto.

PS: Foto por Salvatore Vuono

Estudos da FECOMERCIO (Federação de comércio de bens, serviços de turismo do estado de São Paulo) sobre endividamento – PEIC (Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor) revela que 50% das famílias possuem algum tipo de endividamento.
Destas famílias:
– 14% com contas em atraso
– 5% inadimplentes
Tipos de dívidas:
– 69% cartão de crédito
– 24% carnês
– 9% crédito pessoal
– 9% cheque especial
– 8% financiamento de veículos
Comprometimento de renda familiar com dívidas:
– entre 11% e 50% da renda: 49% das famílias endividadas
– mais de 50% da renda: 24% das famílias endividadas
– menos de 10% da renda: 21% das famílias endividadas
Segundo o estudo, os altos índices de endividamento devem-se aos seguintes fatores:
– Expansão do emprego e renda familiar
– Aumento da oferta de crédito
– Alongamento dos prazos de financiamento
– Elevação da confiança do consumidor quanto ao desempenho da economia
Qual será um nível considerado “saudável” de endividamento para uma família?
Será que somente os ítens acima são os responsáveis pelo alto índice de endividamento do brasileiro/paulistano?
Em nosso próximo artigo colocaremos mais alguns temperos a este assunto.

Sorry, the comment form is closed at this time.

 
%d bloggers like this: