Você e seu dinheiro

Como administrar seu dinheiro e poupar

A compra de um carro novo

Publicado por voceeseudinheiro em setembro 6, 2012

O vídeo abaixo mostra a nossa realidade no mercado automobilístico.

http://www.youtube.com/watch?v=ifp3L0xYmF4&feature=share

Outros artigos nossos sobre carro:

Custos de um carro

Compre seu Carro! “Mas programe-se pra isso”

 

Free image courtesy of FreeDigitalPhotos.net

 

Enviado em Artigos | Leave a Comment »

Clínica Financeira na Expo Money São Paulo – setembro/2011

Publicado por voceeseudinheiro em setembro 28, 2011

Feira reúne palestras e workshops sobre finanças pessoais UOL Economia – 22/09/2011 19h58

http://economia.uol.com.br/ultimas-noticias/redacao/2011/09/23/compra-de-casa-aposentadoria-e-casamento-levam-mulheres-a-clinica-financeira.jhtm

 

Enviado em Artigos | Leave a Comment »

Fechamento de um ciclo, INÍCIO DE OUTRO!

Publicado por voceeseudinheiro em dezembro 28, 2010

Por Bruno Tanaka

Estamos na última semana de 2010, momento para agradecer e celebrar o fechamento de mais um ciclo.

Separe um momento esta semana para avaliar este ano que acaba, os acontecimentos, resultados e aprendizados.

Para 2011, trace objetivos claros e possíveis, coloque-os em um papel e fixe em algum lugar de fácil acesso (um espelho por exemplo).

O passo 1 para qualquer planejamento financeiro pessoal é a definição de objetivos, aproveite este momento de início de um novo ciclo para fazê-lo.

Quero aproveitar este post para agradecer o carinho de todos os leitores de nosso site, deixamos aqui o nosso muito obrigado e desejamos que 2011 seja um ano de conquistas e realizações a todos.

Nós da equipe Você e Seu Dinheiro estaremos em 2011 com nosso compromisso de artigos semanais, sempre com conteúdos relevantes levando conhecimento a crescimento a todos.

Em breve estaremos com um novo site e novidades.

Feliz 2011!!!

PS: Foto por Filomena Scalise

Enviado em Artigos | Comentários desativados

Custos de um carro

Publicado por voceeseudinheiro em dezembro 14, 2010

Por Bruno Tanaka

Você já calculou o custo mensal para se manter um carro? Cito abaixo resumidamente os custos anualizados:

Valor do carro: R$ 25.000,00

Custos anuais:
  
R$ 1.000,00 – IPVA (considerado 4%)
R$ 2.000,00 – Seguro
R$ 1.000,00 – Manutenção (considerado 4% a.a.)
R$ 1.250,00 – Depreciação (considerado 5% a.a.)
R$ 1.540,00 – Custo de oportunidade (considerado 0,5% a.m.)        
  
TOTAL R$ 6.790,00
TOTAL MENSAL R$ 565,83

Neste exemplo, R$ 565,83 / mês são gastos para somente se manter um carro, gasto esse considerável e que pode fazer diferença em seu orçamento doméstico.

Note que os custos com estacionamento e gasolina não foram contabilizados, uma vez que estes gastos poderiam ser utilizados em uma outra alternativa de transporte.

Portanto, analise criteriosamente suas escolhas e tome decisões conscientes. Conforme nosso artigo anterior, um carro pode trazer um usufruto e é a realização de um sonho de muitos, porém faça a “lição de casa” antes.

PS: Foto por Salvatore Vuono

Enviado em Artigos | Etiquetado: , , | Comentários desativados

Compre seu Carro! "Mas programe-se pra isso"

Publicado por voceeseudinheiro em dezembro 5, 2010

Por Bruno Tanaka

Todos os dias encontramos promoções agressivas nas lojas de veículos novos e semi-novos. As condições são muito atraentes, pode-se financiar em mais de cinco anos e sem entrada  e caso você entre na loja, seus cinco sentidos serão aguçados (músicas altas, cheiro de carro novo, e sem dúvida um belo visual).

- Como não ser atraído por este objeto de desejo de todos nós?

- Qual o problema em se atrair?

Um carro pode trazer vários benefícios, dentre eles o convívio social, praticidade e conforto, além de ser a realização de um sonho de muitas pessoas, portanto, podemos sim eleger a compra de um carro como prioridade.

Porém, antes de comprá-lo, você precisa fazer a seguinte “lição de casa”:

- Defina o valor que você pode pagar pelo carro.

Este valor não deve ser ultrapassado, diante de um vendedor facilmente você poderá mudar de idéia e adquirir um carro bem mais caro comparado ao modelo escolhido anteriormente. É importante fazer uma pesquisa detalhada de preço x modelos.

- Dê  a maior entrada possível.

Utilize os juros e o tempo de poupança a seu favor para dar a maior entrada possível ou até mesmo pagar a vista, o que  é mais interessante financeiramente.

- Tenha cautela nos financiamentos.

Caso utilize esta ferramenta de crédito,  é importante saber exatamente o quanto você pagará de juros, tornando assim consciente a sua escolha.

- Pense bem antes de comprar e amadureça a idéia.

Sugiro que uma vez decidido pela compra e feito todos os cálculos para checar se realmente cabe no seu bolso, você tenha um tempo para maturar esta escolha.

Quando você comprar o carro, é interessante que fique com ele o maior tempo possível, para que não “perca” muito dinheiro em freqüentes trocas.

Lembre-se sempre que, a decisão da compra e todos as contas de orçamento devem ser realizadas antes de sair de casa.

Ps.: Na próxima semana, falaremos sobre os custos para se manter um carro.

PS: Foto por Paul Martin Eldridge

 

Enviado em Artigos | Comentários desativados

Valor diluído de produto

Publicado por voceeseudinheiro em novembro 28, 2010

Por Bruno Tanaka

Você já pensou no impacto que suas compras trazem para o seu orçamento doméstico? Qual o valor diluído de cada produto que você compra?
Primeiro vamos pensar sobre o valor diluído. Ele é o custo total do produto dividido pelo tempo de uso do mesmo. A conta é simples:

Valor diluído = Custo do produto / meses de uso

Vamos a um exemplo prático:

- Celular
Custo do Produto: R$ 600,00
Tempo de uso: 6 meses
Valor diluído (hoje): R$100,00

Ou seja, até a data de hoje, o custo para somente ter o aparelho foi de R$100,00.
Não confunda este cálculo com parcelamento, o objetivo é mostrar o valor pago no produto em função do tempo.

Quando compramos algum bem material, sendo ele à vista ou parcelado, após algum tempo não lembramos mais o quão difícil foi comprá-lo e tendemos por até trocar este produto por um mais novo no mercado às vezes com pouco tempo de uso.
Para que você tenha consciência do rumo do seu dinheiro, sugiro que faça uma lista de seus produtos comprados, e saiba o valor diluído deste produto no tempo.

Qual a importância do valor diluído?
Vamos supor que neste Natal de 2010 você queira comprar um celular novo, aliás porque há um lançamento e este celular é MP-900! Ou seja, faz até cafézinho e ainda funciona como celular! :)
Brincadeiras a parte, fazendo o cálculo do valor diluído, você poderá entender se o seu celular atual “já se pagou” ao longo do tempo.

Qual a finalidade deste cálculo?
A finalidade é que você dilua os custos de seus bens materiais no tempo, para que o impacto destas aquisições seja o menor possível.
Um conselho é que você estude bem sua compra antes de realizá-la, de forma que você consiga manter este produto pelo máximo tempo possível.

PS: Foto por Salvatore Vuono

 

 

Enviado em Artigos | Etiquetado: , , , | Comentários desativados

Empreendedor, como vai suas finanças pessoais?

Publicado por voceeseudinheiro em novembro 21, 2010

Por Bruno Tanaka

Para os Micro e Pequenos empresários, um desafio é o gerenciamento das finanças pessoais x corporativa. Como fazer para que seu orçamento doméstico não interfira na saúde financeira de sua empresa?

Cito abaixo alguns pontos básicos para ajudá-los neste processo:

1- Definir um Pró-Labore. Através do lucro líquido mensal x seu orçamento doméstico, você definirá um valor FIXO de retirada mensal.
2- Separar “fisicamente” as contas bancárias. As movimentações financeiras da empresas e pessoais devem ser mantidas em suas respectivas contas.
3- Definir uma data para o movimento da PJ para a PF (seu dia de pagamento).
4- Criação de um caixa para a PJ (valor de recursos disponíveis que poderão ser movimentados de forma extremamente rápida para efetuar pagamentos *).
5- Elaboração de um controle para orçamento doméstico para a PF. Sem suas finanças em dia, a probabilidade de interferir nas finanças de sua empresa é muito grande.
6- Criação de uma reserva de emergências para a PF.
7- Disciplina para manter seu Pró-Labore fixo. Aumentá-lo de acordo com o aumento de faturamento consistente de sua empresa. Não se esqueça da parcela de reinvestimento em seu negócio.

* Fonte: Wikipedia: http://pt.wikipedia.org/wiki/Caixa

PS: Foto por renjith krishnan

Enviado em Artigos | Etiquetado: , , | Comentários desativados

Títulos de Capitalização – parte II

Publicado por voceeseudinheiro em novembro 15, 2010

Por Bruno Tanaka

Para quem não leu nosso artigo anterior sobre esse assunto, acesse o link: Títulos de Capitalização parte I

O valor resgatado ao final do plano dependerá do plano contratado. Este valor pode ser inferior ao até superior à aplicação, porém sua rentabilidade total será SEMPRE inferior comparando a produtos como a Caderneta de Poupança (0,5% a.m. + TR).
Tudo isso levando em consideração que você carregará o título até o final do prazo de vigência, caso contrário, você ainda poderá ter uma penalização.

Vantagem: Possibilidade de ganhar prêmios e obrigação para poupar.

Para pessoas que possuem dificuldade de “poupança” ou possui renda muito baixa, a possibilidade de ganhar prêmios pode ser uma alternativa para que uma parcela de sua renda seja economizada.
Apesar da pessoa ser “penalizada” por quotas de sorteio e carregamento, este será um dinheiro que certamente seria “gasto” e não poupado.

Desvantagem: Título de capitalização não é investimento.

É muito provável que somente parte do valor aplicado será resgatado. Financeiramente não é uma boa alternativa, pois até a Caderneta de Poupança oferece rendimentos superiores a este produto.

PS: Foto por Francesco Marino

 

Enviado em Artigos | Etiquetado: , , , | Comentários desativados

Títulos de Capitalização

Publicado por voceeseudinheiro em novembro 7, 2010

Por Bruno Tanaka

É um produto oferecido pelas Sociedades de Capitalização onde parte (ou até 100%) do dinheiro aplicado será pago ao contratante em um prazo máximo estabelecido nas Condições Gerais do Título.

Existem dois tipos de títulos:
PM: Pagamentos geralmente mensais e sucessivos.
PU: Pagamento único.

Prazo de Pagamento: Período pelo qual a pessoa compromete-se a realizar os pagamentos.

Prazo de vigência: Período pelo qual o Título de Capitalização está sendo administrado pela Sociedade de Capitalização. Este prazo deve ser igual ou superior a 12 meses.

Atenção: Prazo de pagamento é diferente de Prazo de vigência. Um exemplo: O prazo de vigência poderá ser de 12 meses porém o prazo de pagamento de 9 meses. Sendo assim, após o 9º mês, você terá que esperar mais 3 meses para efetuar o resgate.

Estrutura de um título de capitalização:

- Quota de Capitalização: Percentual do pagamento destinado à pessoa, ou seja, porcentagem da parcela que será destinada à formação do seu capital. Este valor é progressivo, iniciando com o mínimo de 10% (isso mesmo!), sendo que no final da vigência, o total acumulado deve no mínimo ser 70% dos pagamentos realizados.

- Quota de sorteio: Parcela do pagamento destinada ao pagamento dos sorteios.

- Quota de carregamento: Parcela destinada aos custos administrativos, seguro, reservas de contingência e etc…

Exemplo: Uma pessoa que adquiriu um título com pagamento mensal de R$100,00 sendo que:
Quota de Capitalização: 70%
Quota de Sorteio: 15%
Quota de Carregamento: 15%
Sendo assim, dos R$100,00 pagos mensalmente, R$70,00 será destinado a compor seu capital, e os R$30,00 restantes serão destinados aos sorteios e custos administrativos.

Capital a ser resgatado:
Sofre a aplicação de uma taxa de juros definida nas condições gerais do título, devendo ser no mínimo 0,1% a.m. + TR (Taxa referencial).
OBS: A Caderneta de Poupança rende 0,5% a.m. + TR, sobre o valor total aplicado.

Resgate antecipado:
Carência: Alguns títulos possuem um período de carência.
Multa: A Sociedade de Capitalização pode estabelecar uma penalidade de até 10%.
Resgate parcial: Alguns títulos prevêem o resgate antecipado através de uma tabela progressiva (penalização por resgatar antecipadamente).

Em nosso próximo artigo algumas considerações sobre esse produto.

PS: Foto por br3akthru

 

Enviado em Artigos | Etiquetado: , , , , | Comentários desativados

Entrevista com Andrea Assef durante a ExpoMoney São Paulo 2010

Publicado por voceeseudinheiro em novembro 2, 2010

Por Bruno Tanaka

Andrea Assef (esquerda na foto), idealizadora e apresentadora do primeiro programa de rádio sobre Financas Pessoais para mulheres, o Elas & Lucros, jornalista e editora chefe da Letras & Lucros, conversou com a equipe do Voce e Seu Dinheiro durante a Expo Money São Paulo 2010.

Confira a entrevista completa no link:

Entrevista com Andrea Assef

Enviado em Artigos | Comentários desativados

 
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.